Avançar para conteúdo principal

O que Investigamos - Redes de Investigação

Com vista a potenciar a internacionalização e a capacitação da investigação "made in U.Porto", a Universidade integra diversas redes de investigação.

A participação da U.Porto em redes da investigação, para além de potenciar o desenvolvimento do conhecimento científico dos investigadores e de promover a integração e o relacionamento da comunidade científica da U.Porto com outras congéneres reconhecidas internacionalmente, assume-se como uma das principais componentes da estratégia de internacionalização da U.Porto.

O ecossistema da U.Porto conta com mais de 250 participações em Ações COST, as quais mobilizam várias centenas de investigadores da Universidade nas áreas das Artes e Humanidades, Ciências da Engenharia e Tecnologias, Ciências Exatas, Ciências Naturais, Ciências da Saúde e Ciências Sociais.

Com vista a reforçar a capacidade de inovação da Europa, o ecossistema I&D da U.Porto marca também presença em 5 das Comunidades de Inovação e Conhecimento (KICs) do EIT, nas áreas de Tecnologia de informação e comunicação do Futuro (EIT Digital); Inovação para uma vida saudável e o envelhecimento ativo (EIT Health); Energia sustentável (InnoEnergy); Redução de valor acrescentado (EIT Manufacturing); Matérias primas (EIT Raw Materials), Mobilidade urbana (EIT Urban Mobility), e Indústrias culturais e criativas (EIT Culture and Creativity).

Ao nível de parcerias em investigação, a U.Porto acompanha e participa igualmente em parcerias público-privadas de âmbito europeu, como é o caso das Parcerias Europeias de Inovação ou das Iniciativas Tecnológicas Conjuntas, que visam contribuir para o aumento do investimento na investigação, promovendo sinergias entre os setores público e privado, e possibilitando a participação dos investigadores da U.Porto em grandes projetos colaborativos com os mais avançados e reconhecidos laboratórios e empresas internacionais.

A integração da U.Porto nestas redes internacionais, para além de impulsionar uma crescente internacionalização da investigação “made in U.Porto”, potencia a qualidade científica e a capacidade de angariação de financiamento para as várias atividades de I&D da U.Porto.