Arqueociências 2018: da matéria-prima ao artefacto: instrumentos líticos e cerâmicas nos estudos de Arqueologia: pré-atas

Diferentes investigadores no campo dos estudos arqueológicos ligados à biografia dos artefactos líticos e dos recipientes cerâmicos, procura interligar o conhecimento teórico e o conhecimento prático mercê de exposições— sob a forma de comunicações orais— e de debates, a realizar no final de cada sessão.

ISBN-13: 978-989-8351-91-3
Categorias: Sem categoria

Detalhes do livro:

Título: Arqueociências 2018: da matéria-prima ao artefacto: instrumentos líticos e cerâmicas nos estudos de Arqueologia: pré-atas
Autor(es): Maria De Jesus Sanches, Ana Vale, Sérgio Monteiro-Rodrigues
Ano: dezembro, 2018
ISBN-13: 978-989-8351-91-3
Número de páginas: 42
Língua: Português
Categoria:

Descrição

Os workshops “Arqueociências“ dos cursos de Arqueologia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto têm ocorrido de modo aproximadamente regular desde 2012. Tendo neste ano de 2018 como matéria/substância o trabalho, a experiência e a reflexão desenvolvidos por diferentes investigadores no campo dos estudos arqueológicos ligados à biografia dos artefactos líticos e dos recipientes cerâmicos, procura interligar o conhecimento teórico e o conhecimento prático mercê de exposições— sob a forma de comunicações orais— e de debates, a realizar no final de cada sessão. Assim, dentro da biografia dos artefactos e, naturalmente, no cruzamento destas com as atividades das comunidades, focar-se-ão problemas que incidem tanto na área de busca de matérias-primas (rochas, minerais, barreiros, etc.), de modos de preparação e fabrico, de uso, de abandono, de reutilização, etc., questão que poderia ser sintetizada no termo “cadeias operatórias”. Os modos de investigação em causa serão diversificados, cobrindo análises geológicas, petrográficas, químicas, etc., associadas de diversos modos a estudos empíricos, tipológicos, e mesmo a estudos experimentais pois é no cruzamento destes métodos que o conhecimento arqueológico se transformou radicalmente nos últimos anos. Estes workshops “Arqueociências” têm também finalidades pedagógicas destinando-se sobretudo a estudantes dos cursos de licenciatura, de mestrados e de doutoramento em Arqueologia. Neste sentido, procura-se que os intervenientes utilizem uma linguagem que, sem deixar de ser científica, seja facilmente compreensível de modo a estimular o debate entre todos. Este encontro é ainda aberto a outros públicos menos especializados, sejam os amantes da Arqueologia ou somente os interessados pela a transdisciplinaridade que o conhecimento actual implica. Importa, de facto, que todos se sintam estimulados a reflectir sobre questões que são centrais para a nossa disciplina e para outras que a ela se associam para proporcionar um melhor conhecimento do Passado.