Memória Sobre a Difração da Luz

Premiada pela Academia das Ciências

A teoria da Luz continua a ser um combate de gigantes. Grimaldi foi o primeiro a mostrar que os feixes de luz muito estreitos, provenientes de fontes luminosas pontuais, que ordinariamente se propagam em linha reta, experimentam um desvio nas arestas vivas de um obstáculo, de modo que as sombras excedem os limites determinados pelas retas tiradas do ponto luminoso para as extremidades do obstáculo.

ISBN-13: 978-989-746-290-0

Detalhes do livro:

Título: Memória Sobre a Difração da Luz
Autor(es): Augustin Fresnel, Emídio César de Queiroz Lopes (Tradução e Notas)
Preço: 15€ 13.5€
Ano: março, 2021
Edição: 1.ª
Editora: U.Porto Press
Coleção: Estudos e Ensino
ISBN-13: 978-989-746-290-0
Dimensões: 160 mm x 10 mm x 230 mm
Número de páginas: 136
Peso: 257 g
Língua: Português
Tipo de Capa: Mole
Categoria: Ciências > Estudo e Ensino, Ciências > Física e Astronomia

Descrição

A teoria da Luz continua a ser um combate de gigantes. Grimaldi foi o primeiro a mostrar que os feixes de luz muito estreitos, provenientes de fontes luminosas pontuais, que ordinariamente se propagam em linha reta, experimentam um desvio nas arestas vivas de um obstáculo, de modo que as sombras excedem os limites determinados pelas retas tiradas do ponto luminoso para as extremidades do obstáculo.

Este fenómeno, denominado difração, sofreu diferentes explicações: primeiro na Antiguidade Clássica, em que se destacou Epicuro, natural da Ilha de Samos (341 a.C. – 270 a.C.), defensor da Teoria Corpuscular e, já na era Moderna, a Teoria Corpuscular de Newton, por acessos de fácil transmissão e acessos de fácil reflexão, mas de difícil compreensão, a Teoria Ondulatória de Fresnel e a visão superadora de Einstein com a sua Teoria Onda-Corpúsculo, segundo a qual os objetos podem apresentar ora propriedades ondulatórias ora corpusculares.

Autor(es):