Avançar para conteúdo principal

UP.PT - Faculdade de Medicina

Dor Crónica: abordagem clínica das principais síndromes de acordo com o ICD-11

A dor crónica afeta uma proporção considerável de pessoas em todo o mundo. Em Portugal, estima-se que afete aproximadamente um terço da população.

Devido à sua relevância, a dor crónica apresenta-se pela primeira vez sistematizada na última versão (11ª) da International Classification of Diseases (ICD-11). Espera-se que esta classificação fortaleça a representação da dor crónica na prática clínica e investigação.

O diagnóstico, tratamento e seguimento dos pacientes com dor crónica são fundamentais para minimizar o elevado impacto provocado nos pacientes, familiares e sociedade. No entanto, a abordagem clínica dos pacientes com dor crónica é bastante complexa e requer formação adequada e dirigida para a prática clínica.

Deste modo, com o objetivo de fornecer formação adequada e atualizada para a abordagem clínica dos pacientes com dor crónica, a Faculdade de Medicina da Faculdade do Porto (FMUP) disponibiliza uma unidade de formação nesta área de conhecimento.

Saídas Profissionais

- Reconhecimento das principais síndromes que afetam os pacientes com dor crónica de acordo com a mais recente classificação do ICD-11.

- Otimizar a abordagem clínica ao doente com dor crónica.

- Evoluir na realização de história clínica e o exame físico específicos dirigidos ao paciente com dor crónica.

- Capacidade para realizar diagnósticos diferenciais perante pacientes com dor crónica.

- Aquisição e atualização de conhecimentos relativos às melhores opções terapêuticas perante um determinado cenário clínico no contexto de dor crónica.

Logo da Unidade Organica
Onde
Faculdade de Medicina
Tipo de Curso
Unidade de Formação Contínua
Duração
108 Horas / 4.0 ECTS
Vagas
40