Edições Anteriores

  • Imagem da capa

    Teacher Education: Building an Agenda for the 21st Century
    N.º 67 (2024)

    Editoras Convidadas:

    Anja Swennen, Vrije Universiteit Amsterdam, Países Baixos.
    Carlinda Leite, Centro de Investigação e Intervenção Educativas, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, Portugal.
    Amélia Lopes, Centro de Investigação e Intervenção Educativas, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, Portugal.

    Em julho de 2022, o Porto acolheu uma conferência internacional do EDULOG sobre formação de professores sob o tema desafiante: "Formação de Professores: Construir uma Agenda para o Século XXI". O principal motivo que levou à organização desta conferência foi o reconhecimento coletivo, tanto na comunidade internacional como na comunidade educativa, dos profundos desafios que se colocam à educação atual e futura. Foi partilhada a convicção de que a formação de professores é fundamental para o avanço da educação. Os formadores de professores, quer nas instituições de ensino superior quer nas escolas, têm a tarefa de formar todos/as os/as professores/as, influenciando assim indiretamente as práticas de ensino de todos/as os/as educadores/as e as experiências de aprendizagem de todos/as os/as alunos/as. Trata-se de uma tarefa imensa e de grande responsabilidade.

  • N.º 66 (2023)

    Editora: Sofia Marques da Silva

  • Escola Pública e Justiça em Educação: Um lugar democrático para a transformação
    N.º 65 (2023)

    Organizadora e Organizador Convidada/o:

    Fátima Pereira, Centro de Investigação e Intervenção Educativas, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, Portugal.
    José Ignacio Rivas Flores, Instituto de Investigación en Formación de Profesionales de la Educación, Departamento de Didáctica y Organización Escolar, Universidad de Málaga, España.

    A Escola Pública, nestes tempos de avanço neoliberal e de deriva neoconservadora, encontra-se numa situação complexa que exige uma ação decisiva, quer das políticas públicas, quer de uma reflexão profunda sobre as suas raízes epistemológicas, ideológicas e políticas. O atual jogo de hegemonias, desde a económica à cultural, passando pela ideológica, está a pôr em causa a Escola Pública como instituição de um sistema democrático orientado para a diversidade, o respeito, a equidade e a emancipação. O foco é colocado numa falsa ideia de liberdade, baseada na regra da individualidade, que se traduz no aumento da comercialização da educação, na luta pela excelência excludente e na qualidade segregadora.

  • Educação/ensino profissional, trajetórias e mundo(s) do trabalho: políticas, lógicas e práticas
    N.º 64 (2023)

    Editores/as Convidados/as:

    Carmen Sylvia Vidigal Moraes, Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil.
    Henrique Vaz, Centro de Investigação e Intervenção Educativas, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, Porto, Portugal.
    João Caramelo, Centro de Investigação e Intervenção Educativas, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, Porto, Portugal.
    Teresa Medina, Centro de Investigação e Intervenção Educativas, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, Porto, Portugal.

    Nos mais diversos contextos regionais, e a nível mundial, as políticas públicas no campo da educação vêm procedendo a reconfigurações dos sistemas e das instituições educativas, aprofundando e promovendo, crescentemente, vias e percursos de ensino e formação profissional a nível do ensino secundário.

  • N.º 63 (2022)

    Editora: Sofia Marques da Silva

    O último número de 2022 da Revista Educação, Sociedade & Culturas publica um conjunto de artigos que refletem preocupações contemporâneas no campo educacional sentidas em diferentes geografias (como o Brasil, Paquistão ou o Reino Unido) e em diferentes escalas (na academia, na escola ou no currículo).

  • Educação e Ativismo Climático: Práticas e imaginações democráticas juvenis para um mundo comum
    N.º 62 (2022)

    Organizadoras Convidadas:

    Carla Malafaia,  Centro de Investigação e Intervenção Educativas, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, Porto, Portugal.
    Maria Fernandes-Jesus, University of York St John, United Kingdom.
    Eeva Luhtakallio, University of Helsinki, Finland.

    Jovens de todo o mundo têm-se mobilizado pela urgência de enfrentar a crise climática. Ganhando cada vez mais força, os movimentos de jovens activistas têm vindo a chamar a atenção de todos/as para a inação governamental em relação à crise climática e para as deficiências dos acordos políticos institucionais (Fórum Europeu da Juventude, 2019). Embora para algumas partes do público em geral (principalmente no Norte Global, que tem sido menos afetado) as consequências das alterações climáticas possam ainda parecer um fenómeno algo distante, abstrato e distópico, à medida que se tornam mais amplamente sentidas, mais difícil será reverter o problema (Giddens, 2009). Confrontadas com o paradoxo de terem um problema que pode parecer "não suficientemente grave" e, ao mesmo tempo, pretenderem desencadear uma motivação generalizada para a mudança individual e colectiva, as gerações jovens têm vindo a desafiar os "preconceitos adultistas" e a mobilizarem-se entre si de novas formas e dimensões.

  • Digital technologies and school education in a pandemic context (COVID-19): Experiences, meanings and effects
    N.º 59 (2021)

    Guest editors:  Preciosa Fernandes, Javier Murillo, Carlinda Leite & Paulo Marinho

  • Responsabilidade social da universidade
    N.º 58 (2021)

    Organizadores: José Pedro Amorim, Brian Martin & Isabel Menezes

  • Medicalização da Educação Escolar
    N.º 57 (2020)

    Editores: Joaquim Luís Coimbra, Luciana Caliman, Rosa Soares Nunes & Sofia Castanheira Pais 

  • Paulo Freire: da filosofia política à recontextualização no tempo atual
    N.º 56 (2020)

    Organizadores: Luiza Cortesão & Eunice Macedo

  • Epistemologia, ensino e inovação
    N.º 55 (2019)

    Organizadores: Ariana Cosme, Rui Trindade & Julio Groppa Aquino

  • Celebrando Paulo Freire: novos e velhos desafios na educação
    N.º 54 (2019)

    Organizadores: Luiza Cortesão, Eunice Macedo & José Eustáquio Romão 

  • Educação e pacifismo
    N.º 53 (2018)

    Organizadores: Margarida Louro Felgueiras, Luciana Bellatalla, & Philippe Simon

  • Entre Paris e Pisa - 200 Anos de Educação Comparada
    N.º 51 (2017)

    Organizadores: Luís Grosso Correia, Ana Isabel Madeira & Marcelo Caruso 

  • Implicando jovens vulneráveis na educação através das artes
    N.º 50 (2017)

    Organizadores: Eunice Macedo, Nick Clough & Sofia Almeida Santos 

  • Educação e participação cívica e política – 40 Anos de Mudança em Portugal e na Europa
    N.º 49 (2016)

    Organizadores: Isabel Menezes, Virgílio B. Pereira & Reinhold Hedtke 

  • A avaliação das escolas: políticas, perspetivas e práticas
    N.º 47 (2016)

    Organizadores: Preciosa Fernandes, Isabel Fialho & Antonio Bolívar Botía



  • Promovendo a excelência pedagógica na universidade
    N.º 46 (2015)

    Organizadores: Amélia Lopes, Fernando Remião & Ignacio Rivas Flores

  • Educational policies and early school leaving in Europe
    N.º 45 (2015)

    Editores: Cristina Rocha, Eunice Macedo, Helena C. Araújo, Noel Clycq & Christiane Timmerman 

  • Educação em Portugal 40 anos após o 25 de abril de 1974
    N.º 43 (2014)

    Editores: Luiza Cortesão, Roger Dale & António M. Magalhães

1-25 de 67